terça-feira, 23 de junho de 2009

Perdendo a dignidade no Google.

É frequente a rapaziada vir parar aqui procurando por "Luciana Lima" no Google. O que, claro, seria natural, visto que é meu nome - não fosse por um breve estudo de causa ao qual me lancei diante dessa frequência. Acontece o seguinte: o meu sobrenome deve pertencer a pelo menos 1/20 da população brasileira, o que convenhamos, não é pouca coisa. Portanto, é imensa a gama de Luciana Lima por aí e, como a oferta faz a procura, deve ser comum a humanidade brasileira estar ciberneticamente em busca de alguma moçoila assim chamada. Mas a grande questão disso tudo é o fator medo (Regina Duarte) que permeia, digamos, a condição dignitária da mulherada homônima que ilustra as páginas do glorioso buscador.

Se você digitar "Luciana Lima", as ocorrências te remeterão a:

1) Luciana Lima Concurso Sereias;
2) Luciana Lima Celebridades Gostosas;
3) Luciana Lima com Ivete Sangalo;
4) Luciana Lima CD Teu Chamego é Bom;
5) Luciana Lima Cabeleireira.

Enfim: salvo Cabeleireira, onde rola toda uma dignidade, nada de Luciana Lima Cientista, Astronauta, Paleontóloga, Doméstica, Florista, Contorcionista. Tradutora, então, nem pensar (não que haja grande dignidade no meu ofício; acho bem mais digno ser florista ou contorcionista, por exemplo). Depois disso, a autoestima diz basta e lá vou eu procurar mesmo alguma coisa que faça referência a mim. Aí, lá pela terceira página de buscas por Luciana Lima, acho uma entrada para este blog aqui. Ou seja: o que eu tenho de mais digno a oferecer que mereça relevância do Google é este blog . O que significa que:

1) Não, o mundo das Luciana Lima não tem salvação;
2) Nenhuma Luciana Lima merece a vida;
3) Ter o nome Luciana Lima é um fardo muito pesado de se carregar no mundo contemporâneo pós-moderno;
4) Só vale ser Luciana Lima se tiver peito (literalmente) pra encarar uma vida de sereia gostosa;
5) Você tem que ser FODA pra se sobressair no mundo com o nome Luciana Lima.

Portanto, fica a dica: se for ter filho e rolar um LIMA no sobrenome, já sabe que Luciana deve ser veementemente vetado. As gerações futuras merecem mais dignidade. Grata.