segunda-feira, 15 de junho de 2009

Uma vez é sempre.

As horas, os dias, os anos batendo cadenciadamente; e uma vez, cada vez mais, é sempre. Cada escolha, ideia, vontade, rejeição. Uma vida ou um momento, que é demais mesmo quando não é, pela eternidade que fatalmente só poderia ser: tudo é pra sempre - ou pra nunca mais.