segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Autoajuda barata cap. 7856.


Não, a vida não vai bem, obrigada. Estou desde ontem com uma gripe colossal me consumindo e, pra melhorar, estou naquele momento bonito da vida no qual eu constato que não cheguei a lugar nenhum e os 30 estão aí, batendo sadicamente à porta. A gente tenta brincar de independência autossustentável, mas essa é uma brincadeira cara e volúvel que te consome o fígado. Daí a saída é se render ao humor cósmico (porque hoje acordei patética e mística) e se dar conta do quão frágil e impotente você é. E que mudança é um fator que não depende só de você; depende também de alguma coisa que você não sabe que diabos é. Ou, pior: depende dos outros. Porque a vida é uma piada de duplo sentido. Com direito a gags pra rapaziada.