segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Dia de quem?


1. Ao ver na televisão as pencas de miniadultos cantando que estão morrendo de amor, que sentem a falta do corpo de sei-lá-quem-diabos e afins, fica a questão: ainda existe infância?

2. Alguém revise o conceito de trabalho infantil e informe o governo e o Unicef, por gentileza. Porque crianças adestradamente graciosas horas a fio em programas de auditório e novelas por mero ego dos pais é infinitamente mais cruel que levar um filho pra roça pra não morrer de fome.

Por isso, minha eterna campanha: pare de ter filhos, mundo. Continuem com seus cãezinhos e pet-shops aos domingos.