sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A melhor banda de todos os tempos da última semana.

Apesar de recluso e totalmente avesso a aparições públicas, o escritor J.D. Salinger sempre foi uma figura bastante "presente" no mundo musical, por conta de uma infinidade de artistas que o referenciavam em suas letras e álbuns. É o caso de Billie Halley and His Comets, com "Rocking Through the Rye"; do Green Day, com "Who Wrote Holden Caulfield?"; do Guns N'Roses, com "Catcher in the Rye"; e do Pearl Jam, com "In Hiding". Além disso, Salinger foi fonte de inspiração de bandas como Belle & Sebastian e Beastie Boys e o autor da obra suprema que contém, supostamente, a explicação para o assassinato de John Lennon em 1980 - segundo o assassino, Mark Chapman. Há também a gravadora norte-americana Caulfield Records e a banda Nine Stories, nome que remete ao livro homônimo do escritor, publicado em 1953.

E tem o The Cure, com "Bananafish Bones", título que faz referência ao conto A Perfect Day for Bananafish, publicado na The New Yorker em 1948 e que está em Nove Estórias.

A palace of stones
Of your bananafish bones
I'll buy you a hundred years old
To celebrate our difference
Theorise and talk yourself
Until you're tired and old