terça-feira, 9 de março de 2010

Corja de malfeitores.

Durante o almoço, na mesa ao lado, a dupla corporativa travava um diálogo mais ou menos assim:

-O cara é um lesado, não sabe nem fazer networking.
-Ah, sei lá. O que eu sei é que ele não tem expertise.
-Acho que é mais uma questão de know-how mesmo.
-Cê acha?
-Acho, ele fez uma pá de cursos. Esses caras fazem MBA achando que vão dar um up, um plus na carreira, mas saem uns lesados do curso porque não têm dom pra business. Não adianta, tem que ter o dom.
-Ah, de vez em quando rolam uns insights legais, mas a questão é que é bem de vez em quando. Em geral ele é uma mula mesmo.
-Culpa do gerente dele, que não dá feedback do que ele faz, daí o cara fica achando que não tem nada de errado no trabalho dele, que tá tudo muito bom.


Como se não bastasse vender a alma, essa rapaziada vende também a própria língua sem nenhum pudor. Corja de malfeitores.