segunda-feira, 21 de junho de 2010

Sobre o que se ouve:

"Falácia do dominó – Nesse caso, procedem-se analogias intermináveis em situações que não são análogas. Por exemplo, alguém pode afirmar que o governo, ao obrigar o povo, em nome de seu bem-estar, a usar cintos de segurança, logo o obrigará a frequentar academias, a não ingerir alimentos desprovidos de nutrientes, a participar de maratonas, a andar agasalhado, a evitar as enchentes."