sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A voz que não se cala.

Nunca, jamais.

Por trinta mil demônios.