quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Quem tem boca vai pro inferno.

Ontem, enquanto uma mãe brigava com o filho que não havia contado sobre algum problema importante, eu só pensava que o maior problema da comunicação universal é o fato de as pessoas sentirem tanta necessidade de converter tudo em palavras. A palavra é e sempre vai ser um muro – e eu tive de falar bobagem demais, anos a fio, até entender.